O relatório do Tribunal de Contas sobre as derrapagens nas empreitadas, veio confirmar o que PSD da Figueira da Foz afirmou em Maio!

Uma Ciclovia que custou mais de 230 mil Euros por Km!!

Já é vasto o rol de obras mal planeadas, mal projetadas e mal executadas!


O PS e seu o Executivo a pensar no Populismo Eleitoral, lançaram a concurso a obra da Ciclovia do Mondego, sem que houvesse uma verificação e discussão do projeto!

O Dr. Carlos Monteiro, não assume que é o responsável por estas “TRAPALHADAS”! passa sempre a responsabilidades para os empreiteiros e neste caso para o Projetista!

É a Câmara Municipal quem escolhe os Projetistas e é quem decide a quem deve adjudicar as obras!

O PS e o seu Executivo, “torram o dinheiro” por incompetência!

É assim que, o PS e seus Vereadores, gerem os recursos públicos....


Figueira da Foz, 21 de novembro de 2020

Tribunal de Contas “Derrapagem das contas da Obra Ciclovia Mondego”


 
O Partido Socialista atua com o único objetivo de manter o poder a todo o custo sem respeito pelos Quiaenses.

A Presidente e o Secretário do Executivo da Junta de Freguesia de Quiaios foram condenados, pelo Tribunal a pena de prisão com pena suspensa, multa e perda de mandato!

O Partido Socialista pretende manter-se à frente da Freguesia desrespeitando os Tribunais e , defendendo os comportamentos que levaram às condenações.

Perante a gravidade e as sanções impostas pelo Tribunal superior, existe um problema ético e político que apenas se resolve com a manifestação da vontade popular em eleições, que o PS quer evitar a qualquer custo pois tem noção do desencanto dos Quiaenses, ao ponto de oferecer cargos, julgando que os outros partidos se “vendem” com cargos. Lamentável.

Dada a gravidade dos comportamentos já sancionados pelos Tribunais e que levaram à perda de mandato da Presidente de Junta de Freguesia e do Secretário da mesma e da forma como os restantes elementos do partido Socialista pactuaram e defenderam essas práticas, outra alternativa não resta que não seja chamar a população de Quiaios, a pronunciar-se sobre o seu futuro.

Figueira da Foz, 29 de Outubro 2020

Junta de Freguesia de Quiaios – Dar a Voz ao Povo!


 
Realizou-se ontem mais uma Assembleia de Freguesia de Quiaios.

Como já era expectável a mesma não produziu qualquer efeito útil quer para a junta de Freguesia quer para a população de Quiaios.

O Partido Socialista conseguiu juntar ao descrédito do executivo da Junta de Freguesia a paralisia da mesa da assembleia com a demissão de um eleito pelo partido socialista o que revela bem o desnorte da sua atuação.

O Partido Socialista atua com o único objetivo de manter o poder a todo o custo sem respeito pela assembleia de freguesia e pelos cidadãos de Quiaios.

As forças politicas representadas na Assembleia de Freguesia, e nomeadamente o PSD, foram claros desde início sobre o caminho a seguir.

A solução para este problema criado pelo Partido Socialista é politico e não legal.

O Partido Socialista sabe, e não pode ignorar, que qualquer parecer ou interpretação legal que não seja uma decisão judicial transitada em julgado não vincula os particulares e outras entidades que se relacionem com a junta de freguesia.

Logo, é suscetível de ser impugnada (e de causar sérios prejuízos à Junta de Freguesia).

Contudo, nada disto parece incomodar a sede de poder do Partido Socialista.

Em termos práticos o Partido Socialista pretende manter em funcionamento a Junta de Freguesia com uma tesoureira que renunciou ao cargo e ao mandato (se não era presidente de junta) e com um presidente de junta que nunca o seria se a tesoureira não renunciasse ao mandato.

Confuso? Indecente? Incorreto? Fraude à lei?

Sim, tudo isso, mas é isto que o Partido Socialista pretende!

Além das condenações em Tribunal o Partido Socialista incumpriu o seu compromisso com aqueles que lhe viabilizaram o mandato e com os cidadãos de Quiaios.

Não pactuaremos com esta atuação nem cedemos à chantagem do Partido Socialista (que envia primeiro para a comunicação social, para criar factos políticos, as “propostas” que faz ao PSD o que revela bem a seriedade das mesmas).

Não negociamos lugares.

Os nossos mandatos são dos cidadãos de Quiaios.

O nosso objetivo é o desenvolvimento da nossa Freguesia.

Apelamos ao Partido Socialista que cumpra a vontade da maioria dos cidadãos de Quiaios representada na Assembleia de Freguesia e que, ao menos por uma vez, coloque o interesse partidário e o apego ao poder de lado em beneficio da nossa Freguesia

Figueira da Foz, 7 de outubro de 2020

Assembleia de Freguesia de Quiaios


 
Considerando a sentença do Tribunal Judicial da Comarca de Coimbra - Juízo de Comércio de Coimbra, de 9 de dezembro último, a qual condenou o Município da Figueira da Foz a pagar um valor nunca inferior a €6.152.040,17 à Massa Insolvente de Paço de Maiorca;

Considerando todas as intervenções públicas do Senhor Presidente da Câmara Municipal, Partido Socialista e Partido Social Democrata;

Considerando que reputamos essencial que se apure a verdade dos factos e que os responsáveis assumam a sua responsabilidade politica;

O Grupo de eleitos do PSD propôs ontem, em sessão da Assembleia Municipal, a realização, no prazo de noventa dias, de uma Auditoria a todo o processo, por uma Entidade externa à Câmara Municipal da Figueira da Foz, com vista a apurar todas as responsabilidades, desde o seu início.

Mas, uma vez mais, o Partido Socialista da Figueira da Foz recusou esta proposta, confirmando que qualquer dos seus responsáveis (Presidente da Câmara, Vereadores, membros da Assembleia Municipal, Presidentes de Junta de Freguesia) não está interessado no apuramento da verdade.

Como se diz popularmente, “quem não deve não teme”.

O PSD está de consciência tranquila, QUERENDO O APURAMENTO DA VERDADE!

E quer que os responsáveis políticos assumam as responsabilidades. Chega de frases demagógicas sem qualquer fundamento.

Os Figueirenses estão atentos e saberão aplicar a justiça.

Figueira da Foz, 30 de setembro de 2020

P’lo Grupo de eleitos do PSD

Nota de imprensa - Paço de Maiorca

Mensagens antigas Página inicial